sexta-feira, 17 de junho de 2011

Secadores no Conselho e na Direção

Quando ouvi a "brilhante" entrevista/declaração do atual Vice-Presidente de futebol do Inter, não pude deixar de pensar o que ele diria se:

  • A cada jogo do Inter tivesse um carro de som na porta do vestiário dizendo um monte de bobagens para os dirigentes, atletas e comissão técnica; ou
  • Se o Conselho Deliberativo fosse convocado antes do campeonato brasileiro para dizer que ele levaria o Internacional à segunda divisão.
E o pior é que são os mesmos que acusavam minha postura de truculenta.
E que diziam que o Inter 2000 estava dividindo o clube.

Estavam errados. 
Aquele momento precisava de rompimento com a forma que o Internacional vinha sendo administrado.
Será que já é este o caso novamente?

Ele disse mais. Disse que recebeu o vestiário com muitos jogadores com contrato de longo prazo.
Peraí!!!!! Recebeu de quem? Dele mesmo? Ele não era diretor no ano anterior?

Bem... isto não interessa. Posso até falar sobre isto em outro fórum. Mas aqui, no site do Inter 2000, me interessa lembrar que são os mesmos que reclamaram ter recebido o "vestiário vazio", porque tive o cuidado de não fazer contrato de longo prazo com os profissionais maduros (ao contrário das categorias de base...), mas que esperavam renovar seus contratos, se a nova direção assim desejasse.

Fernando Miranda

8 comentários:

  1. é amigo, o mundo da voltas e nada como um dia após o outro...parabéns pelo blog e pelas informações!

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo:

    Minha intenção aqui é falar no Inter 2000.
    Mas percebi ser "pedagógica" a comparação de situações da época com as atuais.

    Perto da pressão de 2000/2001 o que está acontecendo agora é uma brincadeira de criança.

    Mas para superar precisa ter convicção dos rumos adotados.

    E quando lembro da forma que a pressão era "orquestrada" e como foi dificil enfrentá-la, me obrigo a mostrar isto aqui no site.

    Obrigado por acompanhar o site do Inter 2000.

    Fernando Miranda

    ResponderExcluir
  3. Miranda, gostaria de saber mais sobre a movimentação Globo/CBF contra a Liga Sul-Minas.

    E uma crítica construtiva: será que essa mistura de "Inter 2000" com "Fernando Miranda" não seria o personalismo que acabou te levando ao afastamento do Clube?

    Abraço,
    Francisco

    ResponderExcluir
  4. Francisco:

    Vou começar pelo que chamas de personalismo.
    Mas antes, uma reflexão...
    Acredito que a maioria das pessoas que visitam o site do Inter 2000 me conhecem. Mas quando assinam só o primeiro nome ficam num anonimato conveniente. Mesmo que coloquem nome e sobrenome, estes podem ser "fake". Evidente que todos percebem isto. Mas aproveito o "gancho anônimo" para que todos conheçam melhor a sequencia dos fatos.

    Mas vamos ao persolnalismo...

    Separar o Inter 2000 do Fernando Miranda é aparentemente mais difícil do que se imaginava. A imagem do Inter 2000 se confunde com o Fernando Miranda.
    Depois que saí da gestão fiz tudo para que o JEITO INTER 2000 continuasse ajudando no crescimento do clube. Que continuasse participando ativamente do que fosse importante, mas INDO À RAIZ DOS PROBLEMAS (sendo radical?).

    Só montei o site após a tentativa de EXTINÇÃO DO INTER 2000.
    Não vi mais ninguém se rebelando contra a extinção do INTER 2000.

    Como não acho que tenha muita gente que faça a leitura que expressei no tópico acima, pela simples razão que, naquela época, nem todos se sentiam atingidos pelo carro de som na porta do vestiário e, na própria reunião do Conselho Deliberativo relatada a exposição foi do JEITO INTER 2000.

    A Globo/CBF não se movimentaram contra a Liga Sul/Minas. A movimentação foi de mudança do calendário, que na minha opinião tinha a finalidade de alterar os contratos de televisionamento.

    Obrigado por acompanhar o site do Inter 2000.

    Fernando Miranda

    ResponderExcluir
  5. Julio Nilo Linden18 de junho de 2011 22:27

    Fernando:

    Inicialmente quero esclarecer que não o conheço pessoalmente e que meu nome é real. Não faço parte da diretoria ou do conselho, sou apenas um colorado curioso e interessado no melhor para o Inter. Nas ultimas eleições tenho votado e apoiado o movimento Internet/BV.
    Leio com interesse os seus relatos no site e confesso que sinto falta de nomes nas histórias contadas. Por exemplo, quem colocava carros de som em frente aos vestiários? Quem promoveu Reunião do CD para vaticinar a nossa queda para a segunda divisão? Assim como em outros relatos, acho que está faltando dar nome aos bois.

    Abraço.

    Julio Nilo Linden

    ResponderExcluir
  6. Julio:

    Para contar a história do que aconteceu antes, durante e depois o mandato do INTER 2000, não preciso tornar a discussão pessoal.
    Quem me conhece sabe que não tenho receio de confronto, se for necessário.
    O que importa, para contar a história, é que em 2001 havia um carro de som na frente do vestiário, antes dos jogos, perturbando o trabalho.
    Era o ano da primeira eleição para Presidente em que o quadro social votaria.
    Certamente se eu providenciasse a retirada, seria chamado de TRUCULENTO. Nunca fiz isto. Porque sabia o que estava fazendo e sabia que isto ficaria para a história.
    Quem colocou? Quem patrocinou? Não sei. Nem quero saber. O Clube aceitava isto. Hoje, com muito menos, o Vice-Presidente de futebol diz que as pessoas devem ir para a Azenha. E a "oposição"...cala.

    Quem convocou o Conselho?
    Se realmente tens curiosidade, sugiro que procures algum conselheiro dos grupos que apoiastes e peças que ele busque o registro da convocação. Se não estou enganado, precisava a assinatura de 25 conselheiros para esta convocação.
    Se tiverem uma cópia e me alcançarem, divulgo aqui, sem problema.

    Mas eu não vou procurar isto no clube, por considerar irrelevante.
    O relevante é que o Conselho foi convocado para dizer que eu seria conhecido como o Presidente que levou o Inter para a segunda divisão.
    Além disto, não precisa ser nenhum gênio para "adivinhar" que a maioria dos conselheiros que convocaram esta reunião pertenciam ao grupo que assumiu o clube em 2002.

    Não espere de mim esta ação. Nem uma acusação leviana e ingênua que daria "alegria" para quem quer só discutir.

    Obrigado por acompanhar o site do INTER 2000.

    Abraço,

    Fernando Miranda

    ResponderExcluir
  7. Julio Nilo Linden20 de junho de 2011 11:43

    Miranda:
    Meu objetivo não era polemizar ou criar qualquer constrangimento. Apenas possuia a dúvida se as ações eram do grupo anterior a sua administração ou do grupo que assumiu em 2002. Simples assim.

    ResponderExcluir
  8. Julio:

    Não senti nenhum constrangimento ou percebi alguma complexidade em sua colocação.

    Só interpretei mal. Dar nome aos bois, pensei que era...dar nomes... De qualquer forma, acho que respondi.

    Abraço,

    Fernando Miranda

    ResponderExcluir

Por favor, assine sua postagem.
Preferencialmente com seu e-mail e telefone que NÃO SERÃO PUBLICADOS.
Quem escreve aqui, assina o que diz.
Não assinar o comentário é uma ótima demonstração de pusilanimidade!

Obrigado,

Fernando Miranda